Uma alternativa ao Netflix?

(15 de mar de 2016)



Screening Room é um novo serviço de streaming que está ganhando destaque. O projeto foi idealizado por Prem Akkaraju e Sean Parker (criador do Napster). Sua função é a de disponibilizar filmes de hollywood que estão sendo lançados naquela mesma hora nas salas de cinema.


De acordo com a Variety, diversos cineastas como Steven Spielberg, Ron Howard, Peter Jackson e muitos outros declararam apoio a iniciativa. Ainda há alguns exibidores que mostram resistência ao projeto. No caso, eles temem perder uma fatia significativa dos lucros.


Só que no mundo atual, tudo é uma questão de se adaptar. Pessoalmente, acho que para quem não tem a disposição de se despencar para um cinema essa acaba se tornando uma opção muitíssimo bem-vinda. No fim das contas, você está investindo da mesma forma. Cada filme alugado custaria 50 dólares, e parte desse valor é redistrubuído para os exibidores. Assim, eles ficam compensados mesmo tendo de dividir seus lançamentos com uma plataforma digital de alcance muito maior.


De certa forma, esse é um desdobramento natural na era de Netflix, Hulu e NET Now. É claro que que vai aos cinemas continuará indo. Dependendo da sala que você escolhe, esta continua sendo a melhor experiência cinematográgica. Mas ter a opção de ter o filme em casa, podendo assistir dentro de nosso próprio horário é extremamente cômodo e prático. No fim das contas, isso não tem como dar errado. E não há porque esperar meses para que possamos ter a mesma oportunidade de quem vai ao cinema. O conceito de janela de exibição está mais do que ultrapassado.


Resta ver quais são os planos de distribuição internacional desse serviço, e, caso seja, entender como isso será implementado no Brasil.



Posted in Postado por Eduardo Jencarelli às 12:52  

0 comentários:

Postar um comentário