Estreias da Semana - 18/01/2018

(18 de jan de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Me Chame Pelo Seu Nome

A trama acompanha um jovem de 17 anos que começa um romance com um dos convidados de seu pai, durante as férias da família na Riviera italiana.

Drama / Romance - (Call Me by your Name) Itália / França / Brasil / EUA, 2017.

Direção: Luca Guadagnino.
Roteiro: James Ivory, André Aciman e Luca Guadagnino.
Elenco: Armie Hammer, Timothée Chalamet, Michael Stuhlbarg, Amira Casar, Esther Garrel, Victoire Du Bois, Vanda Capriolo, Antonio Rimoldi, dentre outros.

Duração: 132 min.
Classificação: 14 anos.



Sobrenatural: A Última Chave

Neste quarto filme da franquia Sobrenatural, a doutora Elise Rainier é chamada para resolver o caso de uma assombração no Novo México, localizada na casa em que ela passou a infância.

Horror / Mistério - (Insidious: The Last Key) EUA, 2018.

Direção: Adam Robitel.
Roteiro: Leigh Whannell.
Elenco: Patrick Wilson. Rose Byrne, Lin Shaye, Ty Simpkins, Leigh Whannell, Angus Sampson, Kirk Acevedo, Caitlin Gerard, Spencer Locke, Josh Stewart, Teresa Ferrer, Aleque Reid, Ava Kolker, Pierce Pope, Bruce Davison, Barbara Hershey, dentre outros.

Duração: 103 min.
Classificação: 14 anos.



Correndo Atrás de um Pai

Quando irmãos gêmeos descobrem que sua mãe mentiu sobre o falecimento de seu pai, os dois decidem cair na estrada para encontrá-lo.

Comédia - (Father Figures) EUA, 2017.

Direção: Lawrence Sher.
Roteiro: Justin Malen.
Elenco: Ed Helms, J.K. Simmons, Owen Wilson, Glenn Close, Harry Shearer, Terry Bradshaw, Ving Rhames, Debra Stipe, Zachary Haven, Jessica Gomes, Retta, Mary Grill, Christopher Walken, Ann McKenzie, dentre outros.

Duração: 113 min.
Classificação: 14 anos.



Gaby Estrella

A jovem cantora Gaby Estrella está perdendo espaço no cenário musical para a concorrente Natasha. Para voltar às paradas de sucesso, a menina vai precisar voltar as suas origens na cidade de interior Vale Mirim. Lá, Gaby vai ter que se acostumar novamente com a vida na fazenda além de ter que lidar com as encrencas e sabotagens da prima Rita de Cássia.

Comédia - Brasil, 2016.

Direção: Claudio Boeckel.
Roteiro: Carina Schulze e Paulo Cursino.
Elenco: Maitê Padilha, Bárbara Maia, Luiza Prochet, Regina Sampaio, Adriana Prado, Victor Lamoglia, Luisa González, Alexandre Dacosta, dentre outros.

Duração: 94 min.
Classificação: Livre.



Pela Janela

Rosália é uma operária que dedicou a vida ao trabalho em um fábrica de reatores da periferia de São Paulo. Quando é demitida, seu irmão a consola e ele resolve levá-la em uma viagem de carro até Buenos Aires. No país vizinho, Rosália vê pela primeira vez um mundo desconhecido e distante de sua vida cotidiana.

Drama - Brasil / Argentina, 2017.

Direção: Caroline Leone.
Roteiro: Caroline Leone.
Elenco: Magali Biff, Cacá Amaral e Mayara Constantino.

Duração: 87 min.
Classificação: 10 anos.



Os Iniciados

Xolani, um solitário operário, ausenta-se de seu trabalho para ajudar nos ritos de circuncisão Xhosa de iniciação à masculinidade. Em um remoto acampamento em uma montanha, jovens se recuperam enquanto aprendem os códigos masculinos de sua cultura. Neste ambiente de machismo e agressão, Xolani cuida de Kwanda, um rebelde novato de Joanesburgo, que questiona os códigos patriarcais de iniciação.

Drama / Romance - (Inxeba) África do Sul / Alemanha / Dinamarca / França, 2017.

Direção: John Trengove.
Roteiro: Malusi Bengu, Thando Mgqolozana e John Trengove.
Elenco: Nakhane Touré, Bongile Mantsai, Niza Jay, Thobani Mseleni, Gabriel Mini, Zwelakhe Mtsaka, Menzeleli Majola, Gamelihle Bovana, Halalisani Bradley Cebekhulu, Inga Qwede, dentre outros.

Duração: 88 min.
Classificação: 16 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 12:18  

Estreias da Semana - 11/01/2018

(11 de jan de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



O Destino de uma Nação

Winston Churchill lidera uma investida contra o exército de Adolf Hitler no início da Segunda Guerra Mundial.

Drama / Biografia - (Darkest Hour) EUA, 2017.

Direção: Joe Wright.
Roteiro: Anthony McCarten.
Elenco: Gary Oldman, Kristin Scott Thomas, Ben Mendelsohn, Lily James, Ronald Pickup, Stephen Dillane, Nicholas Jones, Samuel West, David Schofield, Richard Lumsden, Malcolm Storry, Joe Armstrong, David Strathairn, Jordan Waller, Mary Antony, Bethany Muir, Anna Burnett, dentre outros.

Duração: 125 min.
Classificação: 12 anos.



O Touro Ferdinando

Ferdinando é um touro gigante com um grande coração. Depois de ser confundido com um animal perigoso, ele é capturado e arrancado de sua casa. Determinado a voltar para sua família, ele se une a uma equipe desajustada nessa grande aventura.

Animação / Aventura - (Ferdinand) EUA, 2017.

Direção: Carlos Saldanha.
Roteiro: Robert L. Baird, Tim Federle e Brad Copeland.
Elenco: John Cena, Colin H. Murphy, Bobby Cannavale, Raúl Esparza, Carlos Saldanha, Jeremy Sisto, Jerrod Carmichael, Julia Scarpa Saldanha, Kate McKinnon, Anthony Anderson, Peyton Manning, David Tennant, Miguel Ángel Silvestre, Gina Rodriguez, Jack Gore, Gabriel Iglesias, Sally Phillips, dentre outros.

Duração: 108 min.
Classificação: Livre.



O Estrangeiro

Quan é um homem de negócios londrino que perde sua filha em um atentado terrorista. Como a polícia não consegue encontrar os culpados, ele decide procurar os responsáveis e fazer justiça com as próprias mãos.

Ação / Policial / Drama - (The Foreigner) Inglaterra / China / EUA, 2017.

Direção: Martin Campbell.
Roteiro: David Marconi e Stephen Leather.
Elenco: Jackie Chan, Katie Leung, Pierce Brosnan, Rufus Jones, Mark Tandy, John Cronin, Michael McElhatton, Dermot Crowley, Ray Fearon, Charlie Murphy, Liu Tao, Orla Brady, Lia Williams, David Pearse, Sean Campion, dentre outros.

Duração: 113 min.
Classificação: 14 anos.



O Motorista de Táxi

Um taxista de Seul recebe uma proposta de um repórter estrangeiro que consiste em transportá-lo para Gwangju. No local, o taxista descobre uma realidade que ainda não conhecia: a ditadura militar na Coreia, quando centenas de civis foram massacrados pelo governo.

Ação / Drama - (Taeksi woonjunsa) Coréia do Sul, 2017.

Direção: Jang Hoon.
Roteiro: Eom Yu-na.
Elenco: Song Kang-ho, Thomas Kretschmann, Yoo Hae-jin, Ryu Jun-yeol, Park Hyuk-kwon, Choi Gwi-hwa e Daniel Joey Albright.

Duração: 137 min.
Classificação: 14 anos.



Lou

A escritora e psicanalista Lou Andreas Salomé, no fim do século XIX, vive de forma livre e contestadora. Suas ideias e atitudes seduzem as mentes mais brilhantes da sua época, como os filósofos Paul Rée e Friedrich Nietzsche, o psicanalista Sigmund Freud, o poeta Rainer Maria Rilke, além do jovem filólogo Ernst Pfeiffer. Auxiliando Lou nos registros das suas memórias, ele também acaba se apaixonando por ela.

Drama / Biografia - (Lou Andreas-Salomé) Alemanha / Áustria / Itália / Suiça, 2016.

Direção: Cordula Kablitz-Post.
Roteiro: Cordula Kablitz-Post e Susanne Hertel.
Elenco: Nicole Heesters, Katharina Lorenz, Liv Lisa Fries, Helena Pieske, Matthias Lier, Katharina Schüttler, Philipp Hauß, Alexander Scheer, Julius Feldmeier, Merab Ninidze, Peter Simonischek, Petra Morzé, Daniel Sträßer, Marcel Hensema, Harald Schrott, Magdalena Kronschläger, dentre outros.

Duração: 113 min.
Classificação: 16 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:07  

Estreias da Semana - 04/01/2018

(4 de jan de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Viva - A Vida é uma Festa

O aspirante a músico Miguel faz uma parceria com o trapaceiro encantador Hector em uma jornada extraordinária através da Terra dos Mortos.

Animação / Aventura - (Coco) EUA, 2017.

Direção: Lee Unkrich.
Roteiro: Lee Unkrich, Jason Katz, Matthew Aldrich e Adrian Molina.
Elenco: Anthony Gonzalez, Gael García Bernal, Benjamin Bratt, Alanna Ulbach, Gabriel Iglesias, Edward James Olmos, Renee Victor, Jaime Camil, Herbert Siguenza, Cheech Marin, Sofia Espinosa, Carla Medina, John Ratzenberger, dentre outros.

Duração: 105 min.
Classificação: Livre.



Jumanji: Bem-vindo à Selva

Quatro adolescentes estão jogando um videogame cuja ação se passa numa floresta. Eles escolhem avatars para a aventura, mas um evento inesperado faz com que os jogadores sejam transportados para dentro do universo fictício, transformando-se nos avatars escolhidos.

Ação / Aventura - (Jumanji: Welcome to the Jungle) EUA, 2017.

Direção: Jake Kasdan.
Roteiro: Chris McKenna, Erik Sommers, Scott Rosenberg e Jeff Pinkner.
Elenco: Dwayne Johnson, Kevin Hart, Jack Black, Karen Gillan, Rhys Darby, Bobby Cannavale, Nick Jonas, Alex Wolff, Ser'Darius Blain, Madison Iseman, Morgan Turner, Marin Hinkle, Tracey Bonner, Kat Altman, dentre outros.

Duração: 119 min.
Classificação: 12 anos.



The Square - A Arte da Discórdia

Christian é um respeitado curador de arte que tenta desesperadamente atrair mais visitantes ao museu que dirige em Estocolmo. Quando seu celular é roubado, ele perde o controle de sua vida, afetando todos a seu redor e provocando consequências inesperadas.

Comédia / Drama - (The Square) Suécia / Alemanha / França / Dinamarca, 2017.

Direção: Ruben Östlund.
Roteiro: Ruben Östlund.
Elenco: Claes Bang, Elisabeth Moss, Dominic West, Terry Notary, Christopher Læssø, Marina Schiptjenko, Elijandro Edouard, Daniel Hallberg, Martin Sööder, Sofie Hamilton, dentre outros.

Duração: 142 min.
Classificação: 14 anos.



120 Batimentos por Minuto

No início dos anos de 1990, na França, um grupo ativista Act Up está intensificando seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a AIDS.

Drama - (120 battements par minute) França, 2017.

Direção: Robin Campillo.
Roteiro: Robin Campillo e Philippe Mangeot.
Elenco: Nahuel Pérez Biscayart, Arnaud Valois, Adèle Haenel, Antoine Reinartz, Ariel Borenstein, Félix Maritaud, Aloïse Sauvage, Simon Bourgade, Médhi Touré, Simon Guélat, Coralie Russier, dentre outros.

Duração: 140 min.
Classificação: 16 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:31  

Estreias da Semana - 21/12/2017

(21 de dez de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



O Rei do Show

Cinebiografia do apresentador P.T. Barnum. Nascido em Connecticut, em 1810, Barnum começou a trabalhar com shows de variedades em Nova York, em 1834. Ficou famoso por sua facilidade para atrair uma plateia ingênua e por criar um novo formato de circo itinerante, sob um picadeiro, com tipos bizarros e animais exóticos, que Barnum nada humildemente chamava de "O Maior Show da Terra". O filme estreia no dia 25.

Drama / Biografia / Musical - (The Greatest Showman) EUA, 2017.

Direção: Michael Gracey.
Roteiro: Jenny Bicks e Bill Condon.
Elenco: Hugh Jackman, Michelle Williams, Zac Efron, Zendaya, Rebecca Ferguson, Austyn Johnson, Cameron Seely, Keala Settle, Sam Humphrey, Yahya Abdul-Mateen II, Eric Anderson, Ellis Rubin, Skylar Dunn, Daniel Everidge, Paul Sparks, Will Swenson, dentre outros.

Duração: 105 min.
Classificação: Livre.



Suburbicon - Bem-vindos ao Paraíso

A trama acompanha uma família que vive em um bairro tranquilo, mas tudo isso esconde uma realidade perturbadora que envolve o chefe da família, Gardner Lodge, com traição e violência.

Suspense / Drama / Policial - (Suburbicon) EUA / Inglaterra, 2017.

Direção: George Clooney.
Roteiro: Joel Coen, Ethan Coen, George Clooney e Grant Heslov.
Elenco: Matt Damon, Josh Brolin, Oscar Isaac, Julianne Moore, Tony Espinosa, Steven Shaw, Ellen Crawford, Richard Kind, Biff Yeager, Josh Meyer, Hope Banks, Steve Monroe, Noah Jupe, dentre outros.

Duração: 105 min.
Classificação: 16 anos.



As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas

Tadeo é um pedreiro que tem grandes sonhos e sempre se mete em grande aventuras. Aqui, ele está de volta e parte agora para Las Vegas, onde irá ouvir algo extraordinário: que o colar de Midas, o rei transformava tudo o que tocava em ouro, existiu de verdade. Mas o problema surge quando Sara Lavroff, que fez a descoberta, desaparece misteriosamente.

Animação / Aventura - (Tadeo Jones 2: El secreto del Rey Midas) Espanha, 2017.

Direção: David Alonso e Enrique Gato.
Roteiro: Jordi Gasull, Neil Landau e Javier López Barreira.
Elenco: Óscar Barberán, Michelle Jenner, Adriana Ugarte, Luis Posada, Miguel Ángel Jenner, José Corbacho, Roser Batalla, dentre outros.

Duração: 85 min.
Classificação: Livre.



Jovem Mulher

Sem dinheiro, dona apenas de um gato e com todas as portas batendo na sua cara, Paula retorna à Paris. Abandonada pelo namorado, sua odisseia durante o dia e a noite está apenas começando: uma jornada para redescobrir a integridade de sua alma e sua independência. Ela está determinada a recomeçar novamente.

Comédia / Drama - (Jeune Femme) França, 2017.

Direção: Léonor Serraille.
Roteiro: Clémence Carré, Bastien Daret e Léonor Serraille.
Elenco: Laetitia Dosch, Souleymane Seye Ndiaye, Grégoire Monsaingeon, Jean-Christophe Folly, Nathalie Richard, Arnaud de Cazes, Ahmed Zirek, dentre outros.

Duração: 97 min.
Classificação: 14 anos.



Corpo e Alma

Duas pessoas descobrem que dividem o mesmo sonho todas as noites. Eles tentam recriar o que acontece durante a noite enquanto estão acordados.

Drama / Romance - (A testrol es lelekrol) Hungria, 2017.

Direção: Ildikó Enyedi.
Roteiro: Ildikó Enyedi.
Elenco: Alexandra Borbély, Géza Morcsányi, Réka Tenki, Zoltán Schneider, Ervin Nagy, Tamás Jordán, Zsuzsa Járó, dentre outros.

Duração: 116 min.
Classificação: 18 anos.



O Que Nos Liga

Jean, depois de 10 anos, volta para sua cidade natal para ver seu pai que está doente. Ele volta a se reunir com sua irmã Juliette e seu irmão Jérémie, com quem precisa reconstruir a relação e voltar a ser de fato uma família.

Comédia / Drama - (Ce qui nous lie) França, 2017.

Direção: Cédric Klapisch.
Roteiro: Cédric Klapisch, Santiago Amigorena e Jean-Marc Roulot.
Elenco: Pio Marmaï, Ana Girardot, François Civil, Jean-Marc Roulot, María Valverde, Yamée Couture, Jean-Marie Winling, Florence Pernel, Éric Caravaca, Tewfik Jallab, dentre outros.

Duração: 113 min.
Classificação: a definir.



Assim é a Vida

Max é um organizador de eventos e está prestes a realizar um grande casamento. Acreditando que tudo vai sair conforme o planejado, ele não imaginava era que, em uma noite repleta de emoções, algumas coisas sairiam do controle.

Comédia - (Le sens de la fete) França / Canadá / Bélgica, 2017.

Direção: Olivier Nakache e Eric Toledano.
Roteiro: Olivier Nakache e Eric Toledano.
Elenco: Jean-Pierre Bacri, Jean-Paul Rouve, Gilles Lellouche, Vincent Macaigne, Eye Haidara, Suzanne Clément, Alban Ivanov, Hélène Vincent, Benjamin Lavernhe, Judith Chemla, William Lebghil, Kévin Azaïs, dentre outros.

Duração: 117 min.
Classificação: 12 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:32  

Mais do Mesmo ou Algo Inédito?

(20 de dez de 2017)




Nostalgia pode ser vista como uma característica positiva. Algo que cada um de nós se apega em momentos de incerteza e dúvida, seja uma lembrança, um objeto ou o que quer que seja. É a forma do ser humano manter algum resquício de estabilidade num mundo que está em constante mudança.


Mas nostalgia também possui um lado negativo. Quando uma pessoa se prende de forma teimosa a tradições ou métodos ultrapassados, ou a memórias que não trazem nenhuma consequência positiva. Ou simplesmente se recusa a mudar e seguir adiante.


Tanto na TV quanto no cinema, existe esse conflito entre os dois lados da nostalgia. E não há caso mais emblemático do que Star Wars como pivô nesse atrito. O filme original teve um impacto tão imensurável que qualquer continuação seria comparada, não necessariamente de forma favorável. Isso se tornou inevitável. Quando O Imperío Contra-Ataca foi lançado em 1980, muitos o criticaram por deixar de lado o tom otimista e heróico do filme original de 1977. Quando O Retorno de Jedi veio aos cinemas em 1983, muitos o criticaram pelo tom infantil e a presença dos Ewoks. Com A Ameaça Fantasma em 1999, o alvo da vez foi Jar Jar Binks. Em O Ataque dos Clones (2002) foi o romance entre Anakin e Padmé e o uso excessivo de computação gráfica. A cada filme sempre teve um motivo.


Agora com Os Últimos Jedi foi a forma como o filme fugiu completamente dos "parâmetros" estabelecidos na saga. O que se pode entender disso?


É claro que nenhum filme nesse mundo terá opiniões unânimes. E Os Últimos Jedi está mostrando ser uma obra capaz de dividir opiniões de forma bastante aguda. Mas há de se constatar que existe uma geração que possui certas expectativas. Essas expectativas foram construídas graças ao que foi feito nos filmes originais. À medida que Hollywood se consolidou como uma máquina de continuações e remakes, foi se moldando uma geração que não espera nada além disso. Não espera uma história original, com ritmo próprio, em que seus personagens tomam decisões e lidam com eventos inesperados. A estrutura hollywoodiana raramente permite que se desvie da trama blockbuster. E se agradar aos de maior idade que desejam recriar o gosto da infância for possível, melhor ainda. Quanto mais nostalgia, melhor.


O Despertar da Força foi literalmente um filme construído para agradar a esse gosto nostálgico, em busca do prazer gerado pelo filme original. Foi um derivado do filme original a ponto de recriar o mesmo plot, a mesma estrutura, e uma dinâmica similar de personagens. E muitos críticos foram justos ao apontar este detalhe. Mas a prioridade da Disney e da Lucasfilm era dar uma experiência com este sabor similar ao de 1977.


Com Os Últimos Jedi, Rian Johnson teve liberdade completa para fazer o que quisesses com estes personagens. E como um cineasta consagrado no cinema independente, ele se dedicou a levar esses personagens em novas jornadas dramáticas, tomando decisões arriscadas. Decisões que um cineasta mais comercial como J.J. Abrams jamais faria.


Desmistificar Luke Skywalker e mostrá-lo ao público como um hermita pessimista descrente - fugindo da responsabilidade - foi um golpe para muitos fãs. Mas foi essa uma decisão criativa equivocada? Eu diria que foi consistente se levar em conta toda a doutrina Jedi e todo o trauma de ter descoberto a herança de quem seu pai realmente foi.


Acho que qualquer franquia de cinema ou televisão precisa de espaço criativo. Qualquer escritor merece ter alguma liberdade para tentar algo inusitado. A preocupação é alienar o público? Hollywood vive tanto de erros quanto de acertos. Nada é perfeito. A Lucasfilm e a Disney confiaram seu maior produto nas mãos de um cineasta corajoso. E acho que chega a hora de todo mundo aceitar que toda obra pode ser desdobrada num caminho diferente, com a autoria de alguém com um ponto de vista distinto.


O que não pode é ter gente tão contrariada a ponto de iniciar uma campanha para descanonizar o filme. Falta do que fazer. Cada filme tem o direito de seguir seu próprio caminho. Se quiser protestar, é só não pagar o ingresso. Afinal o público quer mais do mesmo ou algo que ainda não tenha visto? Pessoalmente, quando vou ao cinema, estou procurando por uma novidade, no melhor sentido da palavra.


Cabe também a hollywood a aos executivos entender isso. Coisas novas atraem o público também.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:43  

Estreias da Semana - 14/12/2017

(14 de dez de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Star Wars - Os Últimos Jedi

Depois de dar seus primeiros passos em um mundo maior em Star Wars: O Despertar da Força, Rey continua sua jornada épica com Finn, Poe e Luke Skywalker para o próximo capítulo da saga.

Ação / Aventura / Fantasia - (Star Wars: The Last Jedi) EUA, 2017.

Direção: Rian Johnson.
Roteiro: Rian Johnson.
Elenco: Mark Hamill, Carrie Fisher, Adam Driver, Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Gwendoline Christie, Domhnall Gleeson, Billie Lourd, Andy Serkis, Laura Dern, Anthony Daniels, Frank Oz, Joseph Gordon-Levitt, Benicio Del Toro, Kelly Marie Tran, Justin Theroux, Lupita Nyong'o, Warwick Davis, Joonas Suotamo, Hermione Corfield, Veronica Ngo, Jimmy Vee, Kate Dickie, Tim Rose, Tom Hardy, dentre outros.

Duração: 152 min.
Classificação: 12 anos.



Professor Marston e as Mulheres-Maravilhas

Filme sobre a história de William Moulton Marston, o criador do detector de mentiras, que se inspirou em seu relacionamento aberto com Elizabeth e Olive para criar a Mulher-Maravilha.

Drama / Biografia - (Professor Marston & the Wonder Women) EUA, 2017.

Direção: Angela Robinson.
Roteiro: Angela Robinson.
Elenco: Luke Evans, Rebecca Hall, Bella Heathcote, Connie Britton, Monica Giordano, JJ Feild, Chris Conroy, Oliver Platt, Maggie Castle, Alexa Havins, Sharon Kubo, Allie Gallerani, Christopher Jon Gombos, Tom Kemp, dentre outros.

Duração: 108 min.
Classificação: 16 anos.



Jesus - A Esperança

O filme relata a história de Jesus Cristo, narrada pela perspectiva bíblica, baseada nos quatro evangelhos sinóticos, retratando sua vida pública, os milagres, a conspiração em torno de sua existência, sua morte e ressurreição.

Drama - Brasil, 2017.

Direção: Semi Salomão.
Roteiro: Semi Salomão.
Elenco: Luiz A. Vechiatto, Débora Melo, Mauro Augusto Chianfra, Adinam Barbieri, Val Ferreira, Luciana Vechiatto, Aldo Lovato, Josi Rodrigues e Semi Salomão.

Duração: 90 min.
Classificação: 12 anos.



O Poder e o Impossível

O jovem e rebelde Eric é um atleta de snowboard, que vive em busca de adrenalina. Durante um fim de semana, numa estação de esqui, ele acaba preso por uma grande tempestade de neve. Sem conseguir fazer contato com ninguém, ele precisa fazer de tudo para sair dessa situação.

Aventura / Drama / Suspense / Biografia - (6 Below: Miracle on the Mountain) EUA, 2017.

Direção: Scott Waugh.
Roteiro: Madison Turner.
Elenco: Josh Hartnett, Mira Sorvino, Sarah Dumont, Kale Culley, Jason Cottle, Austin R. Grant, Nathan Stevens, David H. Stevens, Beth Waugh, Vashi Nedomansky, dentre outros.

Duração: 98 min.
Classificação: 14 anos.



Mulheres Divinas

Em 1971, a jovem dona de casa Nora vive com seu marido e seus dois filhos numa pequena aldeia. Até então sua vida era tranquila e não tinha sido afetada com as grandes revoltas sociais e o movimento de 1968, mas, é aí que Nora começa a fazer campanha pelo direito de voto das mulheres.

Comédia / Drama - (Die Gottliche Ordnung) Suiça, 2017.

Direção: Petra Biondina Volpe.
Roteiro: Petra Biondina Volpe.
Elenco: Marie Leuenberger, Maximilian Simonischek, Rachel Braunschweig, Sibylle Brunner, Marta Zoffoli, Bettina Stucky, Noe Krejcí, Finn Sutter, Peter Freiburghaus, Therese Affolter, Ella Rumpf, Nicholas Ofczarek, dentre outros.

Duração: 96 min.
Classificação: 14 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:40  




Em menos de 48 horas, Star Wars: Os Últimos Jedi estará passando por salas de cinema no mundo todo.


Para um fã da saga, a espera é interminável. E para quem curte os filmes sem toda a paixão, há algo que se pode fazer enquanto se espera o grande dia: conferir os trabalhos anteriores do diretor Rian Johnson.


Por mais que tenha blockbuster em seu DNA, Star Wars sempre teve diretores com currículo diversificado. Tudo que bem que a franquia é maior que qualquer diretor. Tendo sido criada por George Lucas, qualquer diretor contratado tem de seguir a estética e construção narrativa estabelecidas por ele em qualquer continuação.


Mas é interessante em ver como que com exceção de J.J. Abrams, Star Wars nunca atraiu diretores comerciais. Assim como foi com Irvin Kershner quando este assumiu a direção de O Império Contra-Ataca (seu trabalho mais conhecido até então era Os Olhos de Laura Mars), Johnson não foi contratado para dirigir o oitavo episódio da saga por seu trabalho em blockbusters hollywoodianos, e sim por sua capacidade em encontrar a alma dos personagens em histórias alternativas.


Looper é um grande exemplo disso. Quando foi lançado em 2012, dava para ver que as equipes de marketing não sabiam vender o filme. Todos os trailers mostravam um filme derivado de ficção científica abordando pela vigésima vez uma trama envolvendo viagem no tempo e personagens enfrentando seus equivalentes do passado. Parecia um blockbuster genérico.


Contudo, se assistir ao filme, verá que ele possui uma voz e tom completamente originais. Além do que, o terceiro ato (os últimos 40 minutos do filme) foge completamente do padrão hollywoodiano de ação em escala maior com efeitos e explosões em cada frame. Muito pelo contrário, Looper passa esse trecho inteiro acompanhando os três personagens isolados em uma fazenda, todo focado no dilema de seu protagonista (vivido com maestria por Joseph Gordon-Levitt) que decide o que fará com o garoto inocente que poderá crescer e se tornar um vilão no futuro. Uma narrativa que coloca os personagens à frente da trama, fazendo deles pessoas normais cujas motivações qualquer espectador seria capaz de identificar.


E que final corajoso. Se não viu o filme, assista assim que puder. Caso já tenha, reveja o final:




Outra obra de Johnson foi Vigaristas, filme de 2008 que conta a história dos irmãos Bloom. Um dos irmãos deseja abandonar essa vida de enganar os outros, mas é convencido a participar de um último golpe. Um exemplo de roteiro bem construído que deixa claro que por mais que os personagens planejem o que irão fazer, raramente as coisas saem como planejado.




Johnson também dirigiu três episódios da série Breaking Bad. Nesse caso, o mérito não vai apenas para ele, mas para Vince Gilligan e sua equipe de roteiristas. De qualquer forma, Johnson é responsável pelo antipenúltimo episódio do seriado, Ozymandias, que é considerado o melhor episódio de televisão já construído e cujo impacto dramático foi além de qualquer outra obra televisiva já filmada.


A cena em que Walter White se transforma num monstro perante sua família é um retrato visceral dessa unidade moral e amorosa sendo fragmentada. Confira:



Quem não assistiu a Breaking Bad deveria ao menos assistir a esse episódio. Ou arrumar tempo para assistir a série inteira, porque vale a pena. O trabalho excepcional de Johnson é apenas uma amostra do que ela tem a oferecer.


Se tiver tempo para conferir a filmografia de Johnson, aproveite. Seu talento e sensibilidade merecem todo o destaque que vem ganhando.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:13