Estreias da Semana - 09/08/2018

(9 de ago de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Megatubarão

Na fossa mais profunda do Oceano Pacífico, a tripulação de um submarino fica presa dentro do local após ser atacada por uma criatura pré-histórica que se achava estar extinta, um tubarão de mais de 20 metros de comprimento, o Megalodon. Para salvá-los, oceanógrafo chinês contrata Jonas Taylor, um mergulhador especializado em resgates em água profundas que já encontrou com a criatura anteriormente.

Horror - (The Meg) China / EUA, 2018.

Direção: Jon Turteltaub.
Roteiro: Dean Georgaris, Jon Hoeber e Erich Hoeber.
Elenco: Jason Statham, Li Bingbing, Rainn Wilson, Cliff Curtis, Winston Chao, Shuya Sophia Cai, Ruby Rose, Page Kennedy, Robert Taylor, Ólafur Darri Ólafsson, Jessica McNamee, Masi Oka, Mai Hongmei, Jeremy Tan, Rob Kipa-Williams, dentre outros.

Duração: 113 min.
Classificação: 14 anos.



Vidas à Deriva

Apaixonados, os noivos Tami Oldham e Richard Sharp velejam em mar aberto quando são atingidos por uma terrível tempestade. Passada a tormenta, ela se vê sozinha na embarcação em ruínas e tenta encontrar uma maneira de salvar a própria vida e a do parceiro debilitado.

Drama / Romance / Aventura / Ação - (Adrift) EUA / Hong Kong / Islândia, 2018.

Direção: Baltasar Kormákur.
Roteiro: Aaron Kandell, Jordan Kandell e David Branson Smith.
Elenco: Shailene Woodley, Sam Claflin, Grace Palmer, Jeffrey Thomas, Elizabeth Hawthorne, dentre outros.

Duração: 96 min.
Classificação: 12 anos.



O Animal Cordial

São Paulo. Inácio é o dono de um restaurante de classe média, por ele gerenciado com mão de ferro. Tal postura gera atritos com os funcionários, em especial com o cozinheiro Djair. Quando o estabelecimento é assaltado por Magno e Nuno, Inácio e a garçonete Sara precisam encontrar meios para controlar a situação e lidar com os clientes que ainda estão na casa: o solitário Amadeu e o casal endinheirado Bruno e Verônica.

Suspense - Brasil, 2018.

Direção: Gabriela Amaral Almeida.
Roteiro: Gabriela Amaral Almeida.
Elenco: Murilo Benício, Luciana Paes, Irandhir Santos, Camila Morgado, Jiddu Pinheiro, Ernani Moraes, Humberto Carrão, Ariclenes Barroso, Thais Aguiar, Eduardo Gomes, dentre outros.

Duração: 96 min.
Classificação: 18 anos.



Você Nunca Esteve Realmente Aqui

Um homem, veterano de guerra, ganha a vida resgatando mulheres presas em cativeiros trabalhando como escravas sexuais. Após uma missão mal sucedida em um bordel de Manhattan, no entanto, a opinião pública se torna contra ele e uma onda de violência se abate na região.

Drama / Mistério - (You Were Never Really Here) EUA, 2018.

Direção: Lynne Ramsay.
Roteiro: Lynne Ramsay.
Elenco: Joaquin Phoenix, Ekaterina Samsonov, Dante Pereira-Olson, Vinicius Damasceno, Alessandro Nivola, Judith Roberts, Frank Pando, John Doman, Alex Manette, Jason Babinsky, Neo Randall, dentre outros.

Duração: 90 min.
Classificação: 16 anos.



A Aparição

No interior da França, uma jovem de 18 anos alega ter vista a Virgem Maria em pessoa. A notícia do acontecimento logo se espalhou, e milhares de peregrinos se deslocaram até o local da suposta aparição. Jacques, um repórter cético de um famoso jornal francês, é convidado pelo Vaticano para participar da comissão responsável por investigar o caso.

Drama - (L'apparition) França, 2018.

Direção: Xavier Giannoli.
Roteiro: Jacques Fieschi, Xavier Giannoli e Marcia Romano.
Elenco: Vincent Lindon, Galatéa Bellugi, Patrick d'Assumçao, Anatole Taubman, Elina Löwensohn, Claude Lévèque, Gérard Dessalles, Bruno Georis, Alicia Hava, Candice Bouchet, dentre outros.

Duração: 144 min.
Classificação: 12 anos.



Os Incontestáveis

Belmont convida o irmão, Maurício, para uma viagem em busca de um carro Maverick que pertencia ao seu pai, desaparecido há anos. Os dois embarcam em uma aventura familiar movida a conhaque, rock pesado, humor negro e psicodelia. No caminho, eles vão confrontar o passado para que, finalmente, consigam encarar um novo destino.

Aventura - Brasil, 2017.

Direção: Alexandre Serafini.
Roteiro: Alexandre Serafini.
Elenco: Fabio Mozine, Will Just, Tonico Pereira, Fernando Teixeira, Leo Pyrata, Markus Konká, dentre outros.

Duração: 83 min.
Classificação: 14 anos.



Tesnota

1998, Nalchik, sul da Rússia. Uma família experimenta momentos de explosiva tensão: o filho caçula não volta para casa junto com a noiva, desaparecidos sem nenhuma explicação. No dia seguinte o recebimento de uma carta pedindo alto resgate confirma o sequestro e a família começa então a abrir mão de todos os bens materiais para tê-los de volta.

Drama - Rússia, 2017.

Direção: Kantemir Balagov.
Roteiro: Kantemir Balagov e Anton Yarush.
Elenco: Atrem Cipin, Olga Dragunova, Veniamin Kac, Darya Zhovnar e Nazir Zhukov.

Duração: 118 min.
Classificação: 16 anos.



Virgens Acorrentadas

Shane é um jovem aspirante a diretor de filmes de terror. Com ajuda da namorada Chloé, ele escreve um roteiro muito bom, mas não consegue o dinheiro necessário para produzi-lo. Por isso, a dupla muda os planos: eles constróem uma história mais simples, que pretendem filmar mesmo sem dinheiro. Nasce "Virgens Acorrentadas", um projeto sem roteiro finalizado, elaborado por pessoas pouco experientes e cercada de problemas de produção. No entanto, talvez alguns dos atores  tenham um gosto real pela tortura e violência, colocando a equipe em risco. Durante as filmagens, os limites entre realidade e ficção começam a se apagar.

Horror / Comédia - (Virgin Cheerleaders in Chains) EUA / Brasil, 2018.

Direção: Paulo Biscaia Filho e Gary McClain Gannaway.
Roteiro: Gary McClain Gannaway.
Elenco: Ezekiel Z. Swinford, Kelsey Pribiski, Elizabeth Maxwell, Ariana Guerra, Mona Lee Fultz, Ken Edwards, Lindsey Lemke, Ammie Leonards, Don Daro, Gary Teague, Gary Kent, Dominique Davalos, Larry Jack Dotson, Jasmin Carina, Kaci Beeler, dentre outros.

Duração: 94 min.
Classificação: 16 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 13:17  




Tem horas que fica a impressão de que assistir TV é uma experiência cansativa. As séries da Netflix te prendem naquele ciclo de episódios com ganchos no final para te prender para ver o próximo. Só que olhando pra trás, você percebe que mal consegue lembrar do que aconteceu há 4 episódios atrás. A narrativa não prende o espectador com a devida intensidade. E o sono logo chega, removendo qualquer entusiasmo.


É nessas horas que uma surpresa é bem vinda. Quase havia esquecido de Better Call Saul. A série, criada por Vince Gilligan e Peter Gould, estava há mais de um ano longe do ar. Eles levaram um pouco mais de tempo para preparar esta quarta temporada. E agora ela chegou.


Para quem não lembra, a série é um prequel de Breaking Bad, lidando com a jornada do advogado Saul Goodman (Bob Odenkirk), na época ainda conhecido como Jimmy McGill. Foi uma tentativa ousada de continuar o universo de Walter White sem a presença do personagem e que deu certo de forma surpreendente.


São raros os spin-offs que se igualam a obra original. O cuidado com o desenvolvimento psicológico dos personagens, mais a tensão na trama demonstram um domínio de roteiro e narrativa que são poucas as séries que conseguem atingir. E isso sem falar que o elenco é disparado um dos melhores da atualidade.


Foi uma longa espera. São surpresas como essa que reinvigoram nosso interesse em assistir boas séries, independente do cansaço ou do sono.


Confira o trailer logo abaixo:





Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 13:16  

Estreias da Semana - 02/08/2018

(2 de ago de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo

Um ano após a morte de Donna, sua filha Sophie está prestes a reinaugurar o hotel da mãe, agora totalmente reformado. Para tanto convida seus três "pais", Harry, Sam e Bill e as eternas amigas da mãe, Rosie e Tanya, ao mesmo tempo em que precisa lidar com a distância do marido Sky, que está fazendo um curso de hotelaria em Nova York. O reencontro serve para desenterrar memórias sobre a juventude de Donna, no final dos anos 70, quando ela resolve se estabelecer na Grécia.

Comédia / Musical - EUA / Inglaterra, 2018.

Direção: Ol Parker.
Roteiro: Ol Parker.
Elenco: Amanda Seyfried, Andy Garcia, Meryl Streep, Celia Imrie, Lily James, Alexa Davies, Jessica Keenan Wynn, Dominic Cooper, Julie Walters, Christine Baranski, Hugh Skinner, Pierce Brosnan, Omid Djalili, Josh Dylan, Jeremy Irvine, Maria Vacratsis, Naoko Mori, Stellan Skarsgård, Cher, Anastasia Hille, Togo Igawa, Anna Antoniades, Gerard Monaco, dentre outros.

Duração: 114 min.
Classificação: 10 anos.



Ana e Vitória

Rio de Janeiro. Ana e Vitória já haviam até mesmo estudado juntas, mas apenas se aproximam de fato em uma festa realizada muito longe de sua cidade natal, a pequena Araguaína, no Tocantins. Após se apresentar na festa, Ana fica impressionanda com a informal cantoria de Vitória, em uma rodinha de violão. Logo surge a ideia de gravarem algo juntos, que rapidamente explode na internet e chama a atenção do produtor Felipe Simas. A fama repentina as traz de volta ao Rio de Janeiro, para um show transmitido pela internet e a produção de seu primeiro CD.

Comédia / Musical / Romance - Brasil, 2018.

Direção: Matheus Souza.
Roteiro: Matheus Souza.
Elenco: Ana Caetano, Vitória Falcão, Victor Lamoglia, Thati Lopes, Erika Mader, Bruce Gomlevsky, Clarissa Müller, Bryan Ruffo, Caíque Nogueira, dentre outros.

Duração: 115 min.
Classificação: 12 anos.



O Nome da Morte

Júlio Santana é um pai de família, um homem caridoso, um exemplo para sua família e um orgulho para os seus pais. No entanto, ele esconde outra identidade sob essa fachada: na verdade, ele é um assassino profissional responsável por 492 mortes. Entre a cruz e a espada, entre a lei e o crime, Júlio precisa descobrir uma forma de enfrentar os seus demônios.

Drama / Biografia - Brasil, 2017.

Direção: Henrique Goldman.
Roteiro: George Moura.
Elenco: Marco Pigossi, Fabiula Nascimento, André Mattos, Matheus Nachtergaele, Tony Tornado, Augusto Madeira, Martha Nowill, dentre outros.

Duração: 98 min.
Classificação: 14 anos.



Querido Embaixador

Luiz Martins de Souza Dantas era o embaixador do Brasil na Itália até 1922, quando é transferido para Paris. Cercado de belas moças, o homem vive num cotidiano de luxo em reuniões que incluíam pessoas da política e da cultura do país. Nesse contexto, começa a Segunda Guerra Mundial e o embaixador passa a viver numa realidade intensa com tomada de decisões que realmente podem colocar a vida de brasileiros em risco.

Drama / Biografia - Brasil, 2017.

Direção: Luiz Fernando Goulart.
Roteiro: Luiz Carlos Maciel.
Elenco: Alice Assef, Norival Rizzo, Miriam Mehler, Felipe Rocha, Isio Ghelman, dentre outros.

Duração: 89 min.
Classificação: 16 anos.



De Carona para o Amor

Jocelyn é um empresário muito bem-sucedido, extremamente egocêntrico e egoísta, sempre disposto a inventar mentiras para tirar vantagem em qualquer situação promissora. Um dia, ele resolve seduzir uma bela mulher fingindo sofrer de uma deficiência. No entanto, fica mais difícil sustentar a farsa quando ele é apresentado a nova cunhada, que é realmente deficiente.

Comédia / Romance - (Tout le Monde Debout) França / Bélgica, 2018.

Direção: Franck Dubosc.
Roteiro: Franck Dubosc e Declan May.
Elenco: Franck Dubosc, Alexandra Lamy, Elsa Zylberstein, Gérard Darmon, Caroline Anglade, Laurent Bateau, Claude Brasseur, François-Xavier Demaison, dentre outros.

Duração: 107 min.
Classificação: a definir.



Acrimônia

Melinda sempre foi uma esposa fiel, porém, cansada de ficar ao lado de seu marido preguiçoso, Robert, se divorcia quando ele faz com que ela perca a casa de sua família. Meses depois, Melinda descobre que seu ex-marido ficou rico e está noivo de outra mulher. Sentindo que ele deve a ela todo o tempo e dinheiro que ela investiu quando estavam juntos, ela perde o controle e vai atrás de vingança.

Suspense - (Acrimony) EUA, 2018.

Direção: Tyler Perry.
Roteiro: Tyler Perry.
Elenco: Taraji P. Henson, Lyriq Bent, Crystle Stewart, Jazmyn Simon, Ptosha Storey, Danielle Nicolet,

Duração: 120 min.
Classificação: a definir.



A Outra História do Mundo

Em um vilarejo uruguaio em plena ditatura, Milo e Esnal são dois amigos inconformados e criativos que resolvem se rebelar contra as regras rígidas instauradas pelo novo coronel local sequestrando seu bem mais precioso: uma coleção de anões de jardim. A ação não é executada com perfeição e Milo acaba capturado pelos militares, o que leva sua família à derrocada e Esnal a se tornar recluso. Reanimado pelas filhas do amigo, no entanto, ele deixa a solidão de seu quartinho com um plano mirabolante.

Comédia - (Otra Historia del Mundo) Argentina / Uruguai, 2017.

Direção: Guillermo Casanova.
Roteiro: Inés Bortagaray e Guillermo Casanova.
Elenco: Alfonsina Carrocio, Susana Castro, Nicolás Condito, Cecilia Cósero, Christian Font, Jenny Goldstein, Gustaf, Néstor Guzzini, Claudio Jaborandy, dentre outros.

Duração: 105 min.
Classificação: a definir.



Café

Baristas dizem que o café tem três sabores: amargo, azedo e perfumado. Em três cantos diferentes do mundo, histórias são conectadas por esse elemento. Na Bélgica, durante um tumulto, a loja de Iraqi Hamed é saqueada. Seu precioso pote de café é roubado e ao descobrir o responsável ele decide fazer justiça com as próprias mãos. Na Itália, Renzo, apaixonado barista, se envolve no roubo de uma fábrica e as coisas saem do controle. Na China, Ren Fei, gerente bem-sucedido, é designado para cuidar de fábrica que ameaça poluir um vale em Yunnan, bela região na fronteira com o Laos.

Drama - (Caffè) Bélgica / China / Itália, 2016.

Direção: Cristiano Bortone.
Roteiro: Cristiano Bortone, Annalaura Ciervo, Minghua Shi e Matthew Thompson.
Elenco: Dario Aita, Hichem Yacoubi, Miriam Dalmazio, Ennio Fantastichini, Lu Fang Sheng, Zhuo Tan, Yimo Li, Arne De Tremerie, dentre outros.

Duração: 110 min.
Classificação: 14 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 14:11  

Estreias da Semana - 26/07/2018

(26 de jul de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Missão Impossível - Efeito Fallout

Obrigado a unir forças com o agente especial da CIA August Walker para mais uma missão impossível, Ethan Hunt se vê novamente cara a cara com Solomon Lane e preso numa teia que envolve velhos conhecidos movidos por interesses misteriosos e contatos de moral duvidosa. Atormentado por decisões do passado que retornam para assombrá-lo, Hunt precisa se resolver com seus sentimentos e impedir que uma catastrófica explosão ocorra, no que conta com a ajuda dos amigos de IMF.

Ação / Aventura / Suspense - (Mission: Impossible - Fallout) EUA, 2018.

Direção: Christopher McQuarrie.
Roteiro: Christopher McQuarrie.
Elenco: Tom Cruise, Henry Cavill, Ving Rhames, Simon Pegg, Rebecca Ferguson, Sean Harris, Angela Bassett, Vanessa Kirby, Michelle Monaghan, Wes Bentley, Frederick Schmidt, Alec Baldwin, Liang Yang, Kristoffer Joner, Wolf Blitzer, dentre outros.

Duração: 147 min.
Classificação: 14 anos.



Todo Dia

A tem o incrível poder de acordar todos os dias em um corpo diferente, independente de gênero, cor ou idade. Sua rotina de constante adaptação, no entanto, ganha ares tristes quando acorda no corpo de Justin e acaba se apaixonando perdidamente pela namorada dele, Rhiannon.

Drama / Fantasia / Romance - (Every Day) EUA, 2018.

Direção: Michael Sucsy.
Roteiro: Jesse Andrews.
Elenco: Angourie Rice, Justice Smith, Jeni Ross, Lucas Jade Zumann, Rory McDonald, Katie Douglas, Jacob Batalon, Ian Alexander, Sean Jones, Colin Ford, Jake Sim, Nicole Law, Karena Evans, Owen Teague, Hannah Alissa Richardson, Maria Bello, Michael Cram, Debby Ryan, Charles Vandervaart, dentre outros.

Duração: 97 min.
Classificação: 12 anos.



A Festa

Janet, uma política de esquerda, convida os amigos do partido para comemorar a sua escolha para o cargo de Ministra da Saúde britânica, coroando um objetivo que ela perseguia há anos. Os amigos - e penetras - também têm suas revelações, como uma gravidez inesperada. Mas é a surpresa revelada pelo marido de Janet, o intelectual Bill, que transforma completamente o clima da celebração.

Comédia / Drama - (The Party) Inglaterra, 2017.

Direção: Sally Potter.
Roteiro: Sally Potter.
Elenco: Kristin Scott Thomas, Timothy Spall, Patricia Clarkson, Bruno Ganz, Cherry Jones, Emily Mortimer e Cillian Murphy.

Duração: 71 min.
Classificação: 14 anos.



Promessa ao Amanhecer

Desde sua infância na Polônia até a adolescência em Nice; de seus anos de estudante em Paris ao período de seu treinamento como piloto durante a II Guerra Mundial; Romain Gary atribui a vontade de viver intensamente à sua mãe, Nina. É a força desse amor que o consagra como um dos mais famosos romancistas franceses e o único escritor a vencer o Prêmio Goncourt pela literatura francesa duas vezes, porém essa devoção também se torna um fardo em sua vida.

Drama / Biografia / Romance - (La Promesse de l'aube) França, 2017.

Direção: Eric Barbier.
Roteiro: Eric Barbier e Marie Eynard.
Elenco: Pierre Niney, Charlotte Gainsbourg, Didier Bourdon, Jean-Pierre Darroussin, Catherine McCormack, Finnegan Oldfield, Pawel Puchalski, Némo Schiffman, Zoe Boyle, Lou Chauvain, Marta Klubowicz, Piotr Cyrwus, dentre outros.

Duração: 131 min.
Classificação: 14 anos.



Alguma Coisa Assim

Enquanto buscam diversão, os jovens Caio e Mari, vagam pela noite de São Paulo. Nesse contexto, entre o som e os silêncios, os dois vão se conhecendo ainda mais e ao longo de uma década se reencontram em três momentos muito importantes de suas vidas.

Drama - Brasil / Alemanha, 2017.

Direção: Esmir Filho e Mariana Bastos.
Roteiro: Esmir Filho e Mariana Bastos.
Elenco: Caroline Abras, André Antunes, Clemens Schick, Juliane Elting, Knut Berger, Ligia Cortez, Vera Holtz, dentre outros.

Duração: 80 min.
Classificação: 16 anos.



Lámen Shop

Masato trabalha no restaurante da família, um dos estabelecimentos de lámen mais reputados em todo o Japão. Quando ele perde o pai, o jovem chef decide buscar as raízes culinárias e históricas do pai e da mãe, também falecida. Através de um diário e de cartas, Masato faz um caminho através de China, Japão e Singapura, confrontando-se ao trauma da batalha de Singapura, que mudou para sempre os rumos de seus pais. Ele decide então acertar as contas com o passado.

Drama - (Ramen Teh) Cingapura / Japão / França, 2018.

Direção: Eric Khoo.
Roteiro: Eric Khoo.
Elenco: Tsuyoshi Ihara, Takumi Saitoh, Seiko Matsuda, Jeanette Aw, Tetsuya Bessho, Beatrice Chien e Mark Lee.

Duração: 89 min.
Classificação: 12 anos.



Vinte Anos

Em uma Cuba onde o tempo parece não passar, uma mudança radical e imprevísivel promete alterar a rotina de todos para sempre. No meio desse turbilhão, três casais tentam viver suas histórias de amor enquanto o tempo e a vida vão se transformando.

Documentário - Brasil / Costa Rica / Cuba / EUA, 2017.

Direção: Alice de Andrade.
Roteiro: Alice de Andrade.

Duração: 80 min.
Classificação: Livre.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 14:27  

Estreias da Semana - 19/07/2018

(19 de jul de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Ilha dos Cachorros

Atari Kobayashi é um garoto japonês de 12 anos de idade. Ele mora na cidade de Megasaki, sob tutela do corrupto prefeito Kobayashi. O político aprova uma nova lei que proíbe os cachorros de morarem no local, fazendo com que todos os animais sejam enviados a uma ilha vizinha repleta de lixo. Como não aceita se separar do cachorro Spots, Atari convoca os amigos, rouba um jato em miniatura em parte em busca de seu fiel amigo, aventura que transforma completamente a vida da cidade.

Animação / Aventura / Comédia / Drama / Fantasia - (Isle of Dogs) Alemanha / EUA, 2018.

Direção: Wes Anderson.
Roteiro: Wes Anderson.
Elenco: Bryan Cranston, Koyu Rankin, Edward Norton, Bob Balaban, Bill Murray, Jeff Goldblum, Kunichi Nomura, Akira Takayama, Greta Gerwig, Frances McDormand, Akira Ito, Scarlett Johansson, Harvey Keitel, F. Murray Abraham, Yoko Ono, Tilda Swinton, Ken Watanabe, Mari Natsuki, Fisher Stevens, Nijirô Murakami, Liev Schreiber, Courtney B. Vance, Roman Coppola, Anjelica Huston, Jake Ryan, dentre outros.

Duração: 101 min.
Classificação: 12 anos.



Uma Quase Dupla

Quando uma série de assassinatos abala a bucólica rotina da cidade de Joinlândia, o calmo e pacato subdelegado Claudio recebe a ajuda da destemida e experiente investigadora Keyla nas investigações. No entanto, a diferença de ritmo e a falta de química dos dois só atrapalha a solução do misterioso caso.

Comédia - Brasil, 2018.

Direção: Marcus Baldini.
Roteiro: Leandro Muniz, Tatá Werneck, Fernando Fraiha e Daniel Furlan.
Elenco: Tatá Werneck, Cauã Reymond, Louise Cardoso, Ary França, Alejandro Claveaux, Daniel Furlan, Augusto Madeira, Luciana Paes, Gabriel Godoy, dentre outros.

Duração: 90 min.
Classificação: 12 anos.



O Orgulho

Neïla Salah, moradora do subúrbio de Paris, quer ser advogada e desde o primeiro dia de aula na universidade entra em confronto com Pierre Mazard, veterano professor conhecido por seus ataques de explosão, preconceitos e arrogância. Filmado pelos alunos fazendo comentários extremamente grosseiros e racistas, ele é desafiado a preparar Neïla para vencer um concurso acadêmico de retórica em troca de uma segunda chance de seus superiores. As diferenças são muitas, assim como é enorme a quantidade de ensinamentos que um pode oferecer ao outro - caso consigam se entender.

Comédia / Drama - (Le Brio) França / Bélgica, 2017.

Direção: Yvan Attal.
Roteiro: Victor Saint Macary, Yaël Langmann, Yvan Attal, Bryan Marciano e Noé Debré.
Elenco: Daniel Auteuil, Camélia Jordana, Yasin Houicha, Nozha Khouadra, Nicolas Vaude, Jean-Baptiste Lafarge, Virgil Leclaire, Zohra Benali, Damien Zanoli, Nassim Si Ahmed, dentre outros.

Duração: 95 min.
Classificação: 12 anos.



Tio Drew

Dax é um grande fã de basquete, que atua como técnico de um time amador. Ele decide gastar todas as suas economias para garantir a presença de sua equipe em um campeonato de basquete de rua realizado no Harlem, Nova York, de olho no prêmio de US$ 100 mil ao vencedor. No entanto, após uma série de eventos desastrosos, ele perde o controle do grupo e precisa urgentemente formar uma nova equipe. Para resolver o problema, ele recruta uma grande lenda do esporte, o incrível tio Drew, que está aposentado há anos. Com um novo time repleto de setentões, Dax acredita que finalmente conseguirá alcançar uma vitória em sua carreira esportiva.

Comédia / Esporte - (Uncle Drew) EUA, 2018.

Direção: Charles Stone III.
Roteiro: Jay Longino.
Elenco: Kyrie Irving, Lil Rel Howery, Shaquille O'Neal, Chris Webber, Reggie Miller, Nate Robinson, Lisa Leslie, Erica Ash, Tiffany Haddish, Nick Kroll, Aaron Gordon, Mike Epps, J.B. Smoove, Wesley Witherspoon, dentre outros.

Duração: 103 min.
Classificação: 12 anos.



Bergman - 100 Anos

Em 2018, o diretor sueco Ingmar Bergman, falecido em 2007, teria completado 100 anos. Este documentário resgata a obra monumental do cineasta, autor de filmes como O Sétimo Selo, Morangos Silvestres, Persona, Gritos e Sussurros, Luz de Inverno, O Ovo da Serpente e Fanny e Alexander. O foco é o ano de 1957, quando Bergman lança dois filmes, filma mais dois, dirige um telefilme e quatro peças de teatro. Conversando com atores, colaboradores, críticos e historiadores, o filme traça o retrato de um homem obsessivo, instável, difícil de lidar, mas ao mesmo tempo um dos maiores artistas da história da Suécia, e também o único diretor a receber a "Palma das Palmas" no festival de Cannes.

Documentário - (Bergman: A Year in a Life) Suécia / Noruega, 2018.

Direção: Jane Magnusson.
Roteiro: Jane Magnusson.
Elenco: Ingmar Bergman, Lena Endre, Thorsten Flinck, Elliott Gould, Jane Magnusson, Barbra Streisand, Liv Ullmann e Lars von Trier.

Duração: 117 min.
Classificação: Livre.



Egon Schiele - Morte e a Donzela

Egon Schiele foi um dos artistas mais provocativos de Viena no início do século XX. O jovem talentoso e sedutor condiziu sua vida e obra de acordo com as mulheres que o cercavam: Gerti, sua irmã mais nova e primeira musa, e Wally, paixão de sua vida, imortalizada na famosa pintura "Morte e a Donzela". Causador de escândalos sociais, ele atraiu a atenção de artistas ousados como Gustav Klimt.

Drama / Biografia - (Egon Schiele: Tod und Mädchen) Áustria / Luxemburgo, 2016.

Direção: Dieter Berner.
Roteiro: Hilde Berger e Dieter Berner.
Elenco: Noah Saavedra, Maresi Riegner, Valerie Pachner, Marie Jung, Elisabeth Umlauft, Larissa Breidbach, Thomas Schubert, Daniel Sträßer, Cornelius Obonya, Michael Kreihsl, André Jung, dentre outros.

Duração: 110 min.
Classificação: 14 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 12:40  

Estreias da Semana - 12/07/2018

(12 de jul de 2018)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas

Solitário e infeliz, buscando um novo amor na internet, Drácula é surpreendido com um presente da querida filha: férias em um cruzeiro. Inicialmente resistente à ideia, ele acaba engajado no passeio ao se encantar pela comandante, que, no entanto, esconde um segredo nada amigável.

Animação / Comédia - (Hotel Transylvania 3: Summer Vacation) EUA, 2018.

Direção: Genndy Tartakovsky.
Roteiro: Michael McCullers e Genndy Tartakovsky.
Elenco: Adam Sandler, Andy Samberg, Selena Gomez, Kevin James, Fran Drescher, Steve Buscemi, Molly Shannon, David Spade, Keegan-Michael Key, Jim Gaffigan, Kathryn Hahn, Asher Blinkoff, Chris Parnell, Joe Jonas, Chrissy Teigen, Mel Brooks, Aaron LaPlante, Tara Strong, Joe Whyte, Jaime Camil, Robin Atkin Downes, dentre outros.

Duração: 97 min.
Classificação: Livre.



Arranha-Céu: Coragem Sem Limite

Responsável pela segurança de arranha-céus, o veterano de guerra americano e ex-líder da operação de resgate do FBI, Will Ford, é acusado de ter colocado o edifício mais alto e mais seguro da China em chamas. Cabe ao agente então achar os culpados pelo incêndio, salvar sua família que está presa dentro do prédio e limpar seu nome antes que seja tarde demais.

Ação / Policial / Drama / Suspense - (Skyscraper) EUA, 2018.

Direção: Rawson Marshall Thurber.
Roteiro: Rawson Marshall Thurber.
Elenco: Dwayne Johnson, Neve Campbell, Pablo Schreiber, Noah Taylor, McKenna Roberts, Kevin Rankin, Roland Møller, Byron Mann, Matt O'Leary, Hannah Quinlivan, Beatrice King, Tzi Ma, Chin Han, Paul McGillion, Kathy Wu, Adrian Holmes, dentre outros.

Duração: 102 min.
Classificação: 14 anos.



Hannah

Hannah é uma mulher de terceira idade que divide-se entre as aulas de teatro, a natação e o trabalho como empregada doméstica. Quando o marido vai preso, ela não tem alternativa a não ser a solidão e tenta refazer laços perdidos com descendentes, mas há um segredo na família que dificulta seu relacionamento com terceiros.

Drama - Itália / França / Bélgica, 2017.

Direção: Andrea Pallaoro.
Roteiro: Andrea Pallaoro e Orlando Tirado.
Elenco: Charlotte Rampling, André Wilms, Stéphanie Van Vyve, Simon Bisschop, Jessica Fanhan, Fatou Traoré, Jean-Michel Balthazar, Gaspard Savini, Julien Vargas, Luca Avallone, Miriam Fauci, dentre outros.

Duração: 95 min.
Classificação: 12 anos.



Uma Casa à Beira-Mar

Três irmãos se reúnem ao redor do leito de morte de seu pai, que era um dos pilares de toda a família, e agora precisam pensar no que será do pequeno paraíso que ele construiu, em torno de um modesto restaurante à beira-mar.

Drama - (La Villa) França, 2017.

Direção: Robert Guédiguian.
Roteiro: Robert Guédiguian e Serge Valletti.
Elenco: Ariane Ascaride, Jean-Pierre Darroussin, Gérard Meylan, Jacques Boudet, Anaïs Demoustier, Robinson Stévenin, Yann Trégouët, Geneviève Mnich, dentre outros.

Duração: 107 min.
Classificação: 12 anos.



Primavera em Casablanca

Cinco histórias separadas, uma ambientada na década de 1980, nas montanhas do Atlas, e as outras nos dias atuais, em Casablanca, Marrocos. No entanto, a distância temporal dessas narrativas não impede que a intolerância, a ignorância e a dificuldade em aceitar as diferenças, sejam as mesmas em todas elas.

Drama - (Razzia) França / Marrocos / Bélgica, 2017.

Direção: Nabil Ayouch.
Roteiro: Nabil Ayouch e Maryam Touzani.
Elenco: Maryam Touzani, Arieh Worthalter, Amine Ennaji, Abdelilah Rachid, Dounia Binebine, Abdellah Didane, Saadia Ladib, Younes Bouab, Maha Boukhari, Nezha Tebbai, David El Baz, Marwa Tiyane, dentre outros.

Duração: 119 min.
Classificação: a definir.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 13:51  




Que o Netflix tem tido um crescimento exponencial não é nenhuma novidade. A cada semana que passa, o serviço de streaming lança novas séries e outras produções originais. Ciente de que os estúdios não deixariam ela lucrar sozinha com seu catálogo, ela investe mais e mais em conteúdo original.


Já os estúdios vem movendo suas obras para outras empresas de streaming ou criando suas próprias (caso da Disney).


É evidente que para a Netflix é uma escolha natural manter esse ritmo de crescimento. A questão que desejo levantar é se isso pode ser mantido a longo prazo.


Sempre questiono crescimento acelerado em qualquer empreendimento. Até que ponto isso se pode ser mantido de forma saudável?


Mas também penso que cada empresa tem o direito de fazer suas próprias escolhas, desde que entenda sua própria história que a levou até ali.


Por que estou falando disso? Vamos recapitular a mais nova revelação dessa semana.


Na última segunda-feira, o novo executivo da HBO, John Stankey, fez um pronunciamento a respeito do futuro do canal. Ele expressou o desejo de expansão, buscando ampliar a empresa, tornando-a mais ampla, e investindo pesadamente em mais conteúdo, tudo a fim de "ocupar mais tempo de seus espectadores". A idéia seria transformar a HBO numa obrigação diária para consumidores.


Ele não cita o nome da Netflix, mas fica claro que ele deseja copiar o mesmo modelo da gigante de streaming. Um dos pontos centrais das produções originais Netflix é seu compromisso em engajamento com o público, mantendo-o mais tempo possível conectado ao sistema. Este é o modelo que Stankey deseja adotar para a HBO.


E esse seria um péssimo rumo para o canal.


Um serviço por assinatura como a HBO sempre operou num modo bem seletivo e distinto, preferindo investir em poucas produções. E geralmente, passava anos desenvolvendo cada projeto (ambos os casos de Game of Thrones e Westworld). E o resultado final fala por si só. Séries aclamadas e respeitadas. Antes do sucesso mundial de GoT, nível de audiência não chegava a ser um fator importante no canal, até porque ele não depende de patrocinadores para se manter. O custo de assinatura de cada usuário já paga as despesas do canal.


Sempre foi um modelo de qualidade ao invés de quantidade.


Não que o Netflix não tenha seus méritos. A disposição da companhia de Ted Sarandos em investir em tantas obras de tantos gêneros diferentes com vozes distintas fala por si só. Séries como A Casa de Papel, Sense8, Orange is the New Black e 13 Reasons Why mostram que o modelo funciona por enquanto, cativando públicos afora.


Mas pessoalmente, acho difícil para a HBO mudar a forma como desenvolve seus projetos. Além de criar dificuldades com criadores de conteúdo, isso também criaria o risco de alienar boa parte dos espectadores acostumados com o que o canal oferece, seja uma narrativa sociológica estruturada como The Wire ou uma dança de dragões num mundo de fantasia amplo como em GoT.


Se o desejo de Stankey é lucro, ele pode abandonar qualquer pretensão de atingí-lo, até porque adotando o modelo Netflix, é evidente que a HBO perderá dinheiro. É uma questão de analisar as planilhas da Netflix. O canal gasta bilhões por ano em conteúdo original. E até agora não conseguiu recuperar esse investimento, que também inclui a expansão global para 190 países.


E é mais caro para um espectador assinar um pacote HBO na NET do que assinar uma conta no Netflix. Dentre as duas opções, ele sempre escolherá a mais barata. Ao mesmo tempo, a HBO corre o risco de perder sua identidade ao investir em 200 obras por ano ao invés de 10. O canal jamais teria tempo e disposição de monitorar cada projeto com o devido cuidado que tem hoje. O resultado seria uma perda de qualidade para o canal como um todo.


O problema de uma gigante como a Netflix é que para cada série de qualidade que lançam há também pelo menos 20 outras obras decepcionantes em seu catálogo*.


*A própria qualidade de House of Cards é duvidosa se comparar a obras de temática política como The Wire ou até mesmo The Good Wife).


Mas o objetivo deles não é necessariamente criar a melhor série já vista, e sim criar algo bom o suficiente para prender o tempo e atenção do espectador. E cabe a HBO decidir se ela está disposta a seguir esse modelo da Netflix e arriscar perder seu selo de qualidade. Durante 20 anos, o canal sobreviveu graças a força de suas produções originais, com pouca audiência mas muitos prêmios e visibilidade.


Enfim, acho que a HBO arrisca muito se tentar competir de forma tão direta com a Netflix, até porque ela não possui o mesmo capital nem de perto. Mas o que a diferencia é também seu ponto mais forte. Entendo que o canal esteja preocupado em manter sua fatia de mercado. Mas não acho que o domínio atual da Netflix tenha qualquer chance de afetar o nicho de mercado da HBO, mesmo que TVs tradicionais percam espaço para streaming a longo prazo.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 12:30