Estreias da Semana - 20/07/2017

(20 de jul de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Transformers: O Último Cavaleiro

O gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade.

Ação / Aventura / Ficção Científica / Suspense - (Transformers: The Last Knight) EUA, 2017.

Direção: Michael Bay.
Roteiro: Art Marcum, Matt Holloway e Ken Nolan.
Elenco: Mark Wahlberg, Anthony Hopkins, Josh Duhamel, Laura Haddock, Santiago Cabrera, Isabela Moner, Jerrod Carmichael, Stanley Tucci, Liam Garrigan, Martin McCreadie, Rob Witcomb, John Hollingworth, Glenn Morshower, Gemma Chan, John Turturro, Tony Hale, Mitch Pileggi, John Goodman, Ken Watanabe, Peter Cullen, Frank Welker, Jim Carter, Steve Buscemi, Omar Sy, John DiMaggio, Tom Kenny, dentre outros.

Duração: 149 min.
Classificação: 14 anos.



De Canção em Canção

Em Austin, no Texas, dois casais, os compositores Faye e BV, e o magnata da música e uma garçonete iludida, perseguem o sucesso através de uma paisagem de rock 'n' roll, sedução e traição.

Drama / Romance / Musical - (Song to Song) EUA, 2017.

Direção: Terrence Malick.
Roteiro: Terrence Malick.
Elenco: Ryan Gosling, Rooney Mara, Michael Fassbender, Natalie Portman, Cate Blanchett, Holly Hunter, Bérénice Marlohe, Val Kilmer, Lykke Li, Olivia Grace Applegate, Tom Sturridge, Iggy Pop, Patti Smith, dentre outros.

Duração: 129 min.
Classificação: a definir.



D.P.A. Detetives do Prédio Azul - O Filme

Os Detetives do Prédio Azul são confrontados com o maior caso de suas vidas: salvar o próprio edifício da destruição. Pippo, Sol e Bento se infiltram na festa de Dona Leocádia, a terrível síndica que é, literalmente, uma bruxa. Lá eles presenciam um crime "mágico", que condena o Prédio Azul a uma demolição de emergência.

Aventura - Brasil, 2016.

Direção: André Pellenz.
Roteiro: Flávia Lins e L.G. Bayão.
Elenco: Letícia Braga, Anderson Lima, Pedro Henriques Motta, Tamara Taxman, Ronaldo Reis, Letícia Pedro, Caio Manhente, Cauê Campos, dentre outros.

Duração: 90 min.
Classificação: Livre.



Tal Mãe, Tal Filha

Inseparáveis, Avril e sua mãe Mado não poderiam ser mais diferentes. Avril, 30 anos, casada e organizada, é o oposto de sua mãe, eterna adolescente irresponsável que depende financeiramente da filha após seu divórcio. Quando as duas se vêem grávidas ao mesmo tempo, o embate torna-se inevitável.

Comédia - (Telle mére, telle fille) França, 2017.

Direção: Noémie Saglio.
Roteiro: Agathe Pastorino e Noémie Saglio.
Elenco: Juliette Binoche, Camille Cottin, Lambert Wilson, Catherine Jacob, Jean-Luc Bideau, Michaël Dichter, Stéfi Celma, Philippe Vieux, Olivia Côte, Charlie Dupont, Hugues Jourdain, dentre outros.

Duração: 94 min.
Classificação: 14 anos.



Monsieur & Madame Adelman

Como Sarah e Victor fizeram para suportarem-se por mais de 45 anos? Quem era de verdade essa mulher enigmática que vivia à sombra de seu marido? Amor e ambição, traições e segredos alimentam essa odisséia de um casal fora do comum.

Drama - (Mr & Mme Adelman) França / Bélgica, 2017.

Direção: Nicolas Bedos.
Roteiro: Nicolas Bedos e Doria Tillier.
Elenco: Doria Tillier, Nicolas Bedos, Denis Podalydès, Antoine Gouy, Christiane Millet, Pierre Arditi, Zabou Breitman, Julien Boisselier, Jean-Pierre Lorit, Jack Lang, Nicolas Briançon, dentre outros.

Duração: 120 min.
Classificação: 16 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 13:09  

Raiders of the Lost Darth

(19 de jul de 2017)




Como que alguém consegue pensar nisso?


Dois cineastas, Fabrice Mathieu e Christophe Lambert, foram capazes de misturar Star Wars e Indiana Jones num vídeo só. Conhecido como Raiders of the Lost Darth (Os Caçadores do Darth Perdido), o filme reconta o prólogo do nosso arqueólogo favorito, só que no universo de Star Wars. com participações de Jar Jar Binks, os Ewoks, máscaras de Darth Vader, o holograma da Princesa Leia, e principalmente C-3PO como o ídolo a ser conquistado por Indiana.


Tudo é possível hoje em dia. Existe gente criativa em tudo quanto é lugar. É claro que tinha alguém por aí com a idéia de misturar dois filmes completamente diferentes, só que fazer isso seria impossível há 30 anos atrás. Como instrumentos de edição e montagem ganharam alcance doméstico com a difusão tecnológica atual, idéias como esta tornaram-se possíveis. Soma-se essa iniciativa ao alcance mundial da internet, e o resultado final é esse.


O filme é simplesmente genial. Vale a pena conferir. Segue o video abaixo:






Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 13:33  




Até agora Denis Villeneuve foi um diretor de acertos, exclusivamente. Sicario, A Chegada, Os Suspeitos, um currículo impressionante. Mais consistente até que Christopher Nolan.


Agora Blade Runner 2049 teve seu trailer oficial lançado. O filme coloca Ryan Gosling como o novo protagonista, mas também traz de volta Harrison Ford como o veterano Rick Deckard. Ridley Scott produz o filme comandado por Villeneuve. O trailer - cuja trama se passa 30 anos após o longa original - também traz cenas com Robin Wright e Jared Leto.


O filme original levou anos para ganhar respeito e admiração do público como um cult clássico. Origiinalmente, em 1982, muitos o viam como fracasso. Agora o novo filme tem a oportunidade de cultivar este sucesso logo de cara quando for lançado. Se o filme for metade do que foi esse trailer, já promete ser o melhor do ano. O design de produção, a trilha e a iluminação estão todos impecáveis.


Blade Runner 2049 estreia em outubro. Confira o video logo abaixo:



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 11:34  

Estreias da Semana - 13/07/2017

(13 de jul de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Carros 3

Surpreendido por uma nova geração de corredores incrivelmente rápidos, o lendário Relâmpago McQueen é repentinamente afastado do esporte que ama. Para voltar com tudo às corridas, ele precisará da ajuda da jovem treinadora de corridas, Cruz Ramirez. Com o seu plano para vencer, mais a inspiração do Fabuloso Doc Hudson e alguns acontecimentos inesperados, eles partem para a maior aventura de suas vidas. O teste final do campeão será na maior prova da Copa Pistão.

Animação / Aventura / Comédia / Esporte - (Cars 3) EUA, 2017.

Direção: Brian Fee.
Roteiro: Kiel Murray, Bob Peterson e Mike Rich.
Elenco: Owen Wilson, Cristela Alonzo, Chris Cooper, Nathan Fillion, Larry the Cable Guy, Armie Hammer, Ray Magliozzi, Tony Shalhoub, Bonnie Hunt, Lea DeLaria, Kerry Washington, Bob Costas, Margo Martindale, Darrell Waltrip. Isiah Whitlock Jr., Bob Peterson, John Ratzenberger, Lewis Hamilton, Paul Newman, Cheech Marin, Paul Dooley, Madeleine McGraw, dentre outros.

Duração: 102 min.
Classificação: Livre.



Cartas da Guerra

Baseado no romance homônimo de António Lobo Antunes, o filme conta a história de um médico enviado pelo exército para Angola, a serviço na Guerra Colonial Portuguesa. Em meio a um cenário de crescente violência, longe de tudo que ama, ele encontra motivação ao escrever cartas à sua esposa.

Drama - Portugal, 2016.

Direção: Ivo Ferreira.
Roteiro: Ivo Ferreira e Edgar Medina.
Elenco: Miguel Nunes, Margarida Vila-Nova, Ricardo Pereira, João Pedro Vaz, Simão Cayatte, Isac Graça, Francisco Hestnes, João Pedro Mamede, Tiago Aldeia, Orlando Sérgio, David Caracol, Miguel Raposo, dentre outros.

Duração: 105 min.
Classificação: 14 anos.



Tour de France

Far’Hook é um jovem rapper de vinte anos que é forçado a deixar Paris por um tempo. Seu produtor, então, recomenda que o jovem artista passe um tempo com seu pai, Serge, um homem decidido a seguir os passos de Joseph Vernet, um famoso pintor francês. Logo, o rapper se junta a Serge e a jornada dos dois criará uma amizade improvável entre dois homens extremamente distintos.

Drama - França, 2016.

Direção: Rachid Djaidani.
Roteiro: Rachid Djaidani.
Elenco: Gérard Depardieu, Sadek, Louise Grinberg, Nicolas Marétheu, Mabô Kouyaté, Raounaki Chaudron, Alain Pronnier, Kheira Bouabdelli, Prescillia Andreani, Florida Cheikh, Christine Hevers, Corinne Hamida, dentre outros.

Duração: 95 min.
Classificação: a definir.



Fala Comigo

Diogo, um adolescente de 17 anos, tem um fetiche: sente prazer em ligar para as pacientes de sua mãe, que é terapeuta. Uma dessas pacientes é Angela, mulher de 43 anos e recém-divorciada. Os dois criam um vínculo ao telefone, resultando em uma relação repleta de curiosidade e silêncio.

Drama - Brasil, 2016.

Direção: Felipe Sholl.
Roteiro: Felipe Sholl.
Elenco: Tom Karabachian, Karine Teles, Denise Fraga, Emílio de Mello, dentre outros.

Duração: 92 min.
Classificação: 14 anos.



A Vida de uma Mulher

Jeanne volta para casa após completar os estudos e passa a ajudar os zelosos pais nas tarefas do campo. Certo dia o visconde Julien de Lamare aparece nas redondezas e logo conquista o coração da jovem, que, encantada, com ele se casa e vai morar. Conforme o tempo avança Julien se mostra infiel, avarento e nada companheiro, o que vai minando a alegria de viver da antes esperançosa Jeanne.

Drama - (Une Vie) França / Bélgica, 2016.

Direção: Stéphane Brizé.
Roteiro: Stéphane Brizé e Florence Vignon.
Elenco: Judith Chemla, Jean-Pierre Darroussin, Yolande Moreau, Swann Arlaud, Nina Meurisse, Olivier Perrier, Clotilde Hesme, Alain Beigel, Finnegan Oldfield, Lucette Beudin, Jérôme Lanne, Mélie Deneuve, Père François-Xavier Ledoux, dentre outros.

Duração: 119 min.
Classificação: a definir.



Julho Agosto

Só de estarem juntos, a convivência entre adolescentes e adultos pode ser desesperadora. Imaginem em uma viagem familiar. Duas irmãs de 14 e 18 anos dividem as férias entre o sul da França com a mãe grávida em julho e a Grã-Bretanha com o pai solteiro em agosto.

Comédia / Drama - (Juillet Août) França, 2016.

Direção: Diastème.
Roteiro: Diastème e Camille Pouzol.
Elenco: Luna Lou, Pascale Arbillot, Alma Jodorowsky, Patrick Chesnais, Thierry Godard, Jérémie Laheurte, Lou Chauvain, Ali Marhyar, Délia Espinat-Dief, Nicolas Wanczycki, dentre outros.

Duração: 96 min.
Classificação: a definir.



O Futuro Perfeito

Xiaobin, chinesa, tem 17 anos e não fala uma palavra de espanhol quando chega à Argentina para encontrar sua família. Ela consegue guardar algum dinheiro graças a seu trabalho como caixa de supermercado e começa a frequentar um curso de idioma, onde vai, aos poucos, conseguindo modificar sua realidade.

Drama - (El Futuro Perfecto) Argentina, 2016.

Direção: Nele Wohlatz.
Roteiro: Nele Wohlatz e Pío Longo.
Elenco: Zhang Xiaobin, Saroj Kumar Malik, Jiang Mian e Nahuel Pérez Biscayart.

Duração: 65 min.
Classificação: Livre.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 12:02  

Estreias da Semana - 06/07/2017

(6 de jul de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Homem-Aranha: De Volta ao Lar

De volta a sua cidade e a sua vida, já não tão pacatas como antes, Peter Parker luta diariamente contra pequenos crimes nas redondezas. O que ele não espera é a ameaça de um novo vilão, que não vai ser tão fácil de combater como ele imagina.

Ação / Aventura - (Spider-Man: Homecoming) EUA, 2017.

Direção: Jon Watts.
Roteiro: Jonathan Goldstein, John Francis Daley, Jon Watts, Christopher Ford, Chris McKenna e Erik Sommers.
Elenco: Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr., Marisa Tomei, Jon Favreau, Gwyneth Paltrow, Zendaya, Donald Glover, Jacob Batalon, Laura Harrier, Tony Revolori, Tyne Daly, Abraham Attah, Hannibal Buress, Kenneth Choi, Angourie Rice, Martin Starr, Garcelle Beauvais, Michael Mando, Logan Marshall-Green, Jennifer Connelly, Stan Lee, Chris Evans, dentre outros.

Duração: 133 min.
Classificação: 12 anos.



Soundtrack

Na trama, o fotógrafo Cris viaja para uma estação de pesquisa polar, onde pretende realizar selfies para uma exposição de arte. Sua ideia é reproduzir em imagens as sensações causadas pelas músicas de uma playlist selecionada para a experiência.  Lá ele se surpreenderá com visões de mundo completamente diferentes, na companhia de quatro cientistas que se dedicam a projetos grandiosos: Cao, botânico brasileiro que investiga a flora em situações extremas; o britânico Mark, especializado em aquecimento global; o biólogo chinês Huang e o pesquisador dinamarquês Rafnar.

Drama - Brasil, 2014.

Direção: 300ml.
Roteiro: 300ml.
Elenco: Selton Mello, Seu Jorge, Ralph Ineson, Lukas Loughran, Gustavo Falcão e J.G. Franklin.

Duração: 110 min.
Classificação: 14 anos.



As Aventuras de Pequeno Colombo

Os pequenos Leonardo da Vinci, Cristovão Colombo e Mona Lisa participam de uma sociedade secreta e descobrem fatos ignorados pela ciência medieval. Para salvar a família da falência, Colombo convence os amigos a irem com ele até uma ilha repleta de tesouros.

Animação - Brasil, 2015.

Direção: Rodrigo Gava.
Roteiro: Clewerson Saremba.
Elenco: José Wilker, Isabelle Drummond, Dudu Drummond, Alice Lieban, Luis Carlos Persy, Pietro Mario, Marcelo Garcia, Marcio Simões, Guilherme Briggs, Duda Espinoza, dentre outros.

Duração: 80 min.
Classificação: Livre.



Os Pobres Diabos

O “Gran Circo Teatro Americano” perambula por pequenas cidades dos sertões, até chegar à cidade de Aracati, onde monta uma peça teatral. No cotidiano do circo, acontecem aventuras, nas quais os personagens agem ao modo picaresco dos anti-heróis do romanceiro popular. As dificuldades se acumulam, mas a arte ajuda a superar desventuras e tragédias. O espetáculo não pode parar.

Comédia - Brasil, 2013.

Direção: Rosemberg Cariry.
Roteiro: Rosemberg Cariry.
Elenco: Chico Diaz, Silvia Buarque, Gero Camilo, Everaldo Pontes, Zezita Matos, Sâmia Bittencourt, Nanego Lira, Georgina de Castro, dentre outros.

Duração: 98 min.
Classificação: 12 anos.



Poesia Sem Fim

Autobiografia do diretor chileno Alejandro Jodorowsky, que homenageia através da sua história a herança artística do Chile.

Drama / Biografia / Fantasia - (Poesía sin fin) Chile / França, 2016.

Direção: Alejandro Jodorowsky.
Roteiro: Alejandro Jodorowsky.
Elenco: Adan Jodorowsky, Brontis Jodorowsky, Leandro Taub, Pamela Flores, Alejandro Jodorowsky, Jeremias Herskovits, Julia Avendaño, Bastián Bodenhöfer, Carolyn Carlson, dentre outros.

Duração: 128 min.
Classificação: 16 anos.



Perdidos em Paris

Fiona, uma bibliotecária canadense, recebe uma carta misteriosa de uma tia distante. Na carta, a tal tia pede que ela viaje imediatamente à França, pedindo socorro. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até Paris e começa a buscar sua parente distante.

Comédia - (Paris Pieds Nus) França / Bélgica, 2016.

Direção: Dominique Abel e Fiona Gordon.
Roteiro: Dominique Abel e Fiona Gordon.
Elenco: Fiona Gordon, Dominique Abel, Emmanuelle Riva, Pierre Richard, Emmy Boissard Paumelle, Céline Laurentie, Charlotte Dubery, David Palatino, dentre outros.

Duração: 83 min.
Classificação: 12 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 14:57  

Estreias da Semana - 29/06/2017

(29 de jun de 2017)




Confira em destaque as estreias desta quinta-feira a seguir:



Meu Malvado Favorito 3

Gru encontra seu irmão gêmeo Drew e o vilão Bratt, uma criança criada nos anos 1980 que posteriormente vira um super vilão e não esquece das músicas e costumes da sua época de infância.

Animação / Ação / Aventura / Comédia / Ficção Científica - (Despicable Me 3) EUA, 2017.

Direção: Kyle Balda, Pierre Coffin e Eric Guillon.
Roteiro: Cinco Paul e Ken Daurio.
Elenco: Steve Carrell, Kristen Wiig, Trey Parker, Miranda Cosgrove, Dana Gaier, Nev Scharrel, Pierre Coffin, Steve Coogan, Julie Andrews, Jenny Slate, Ken Daurio, Kyle Balda, Tara Strong, Andy Nyman, Michael Beattie, dentre outros.

Duração: 90 min.
Classificação: Livre.



Uma Família de Dois

Samuel nunca foi de ter muitas responsabilidades. Levando uma vida tranquila ao lado das pessoas que ama no litoral sul da França, ele vê tudo mudar com a chegada inesperada de uma bebê de poucos meses chamada Glória, sua filha. Incapaz de cuidar da criança, ele corre para Londres a fim de encontrar a mãe biológica, mas, sem sucesso, decide criá-la sozinho. Oito anos depois, quando Samuel e Glória se tornam inseparáveis, a mãe retorna para recuperar a menina.

Comédia / Drama - (Demain tout commence) França / Inglaterra, 2016.

Direção: Hugo Gélin.
Roteiro: Igor Gotesman, Hugo Gélin, Mathieu Oullion e Jean-André Yerles.
Elenco: Omar Sy, Clémence Poésy, Antoine Bertrand, Ashley Walters, Gloria Colston, Clémentine Célarié, Anna Cottis, Raphael von Blumenthal, Raquel Cassidy, dentre outros.

Duração: 118 min.
Classificação: 12 anos.



Um Instante de Amor

Ao fim da Segunda Guerra Mundial, Gabrielle encontra-se velha demais para permanecer solteira e é obrigada a casar-se com um viúvo frequentador de prostíbulos. Infeliz e incapaz de engravidar, ela viaja em busca de cura em águas termais e se envolve romanticamente com um militar casado.

Drama / Romance - (Mal de Pierres) França / Bélgica / Canadá, 2016.

Direção: Nicole Garcia.
Roteiro: Jacques Fieschi, Natalie Carter e Nicole Garcia.
Elenco: Marion Cotillard, Louis Garrel, Alex Brendemühl, Brigitte Roüan, Victoire Du Bois, Aloïse Sauvage, Daniel Para, Jihwan Kim, dentre outros.

Duração: 120 min.
Classificação: a definir.



Introdução à Música do Sangue

No interior do Brasil, entre o mundo arcaico e o contemporâneo, uma família vive suas angústias numa atmosfera de desejo e repressão. Baseado num argumento de um mestre do romance de introspecção psicológica, o escritor Lucio Cardoso.

Drama - Brasil, 2014.

Direção: Luiz Carlos Lacerda.
Roteiro: Luiz Carlos Lacerda.
Elenco: Ney Latorraca, Bete Mendes, Armando Babaioff, Greta Antoine, dentre outros.

Duração: 95 min.
Classificação: 16 anos.



Mar Inquieto

Anita era viciada em drogas e teve uma juventude conturbada. Atualmente vivendo em uma praia, ela leva uma vida sem propósitos e amedrontada pelos próprios medos. Enclausurada nesse local repleto de lendas sobre demônios e vozes que vem do mar, o que ela mais teme está dentro de sua casa, o marido, Vitorino.

Suspense / Drama - Brasil, 2016.

Direção: Fernando Mantelli.
Roteiro: Fernando Mantelli.
Elenco: Rita Guedes, Daniel Bastreghi, Aurea Baptista, Miguel Lunardi e Marcos Contreras.

Duração: 98 min.
Classificação: 16 anos.



A Terra Vermelha

Pierre é um homem que trabalha em uma fábrica multinacional e é responsável por derrubar árvores em bosque para plantar pinheiro a fim de fazer papel. Além do trabalho, ele também divide o tempo com um time de rugby, pelo qual treina com paixão. Um dia, Pierre conhece Ana, uma professora rural que luta pelos problemas ocorridos na população pelo uso inadequado de agrotóxicos e ele se encontra entre o fogo cruzado.

Drama - (La Tierra Roja) Bélgica / Argentina / Brasil, 2015.

Direção: Diego Martínez Vignatti.
Roteiro: Melanie Delloye, Diego Martínez Vignatti e Nicolás Saad.
Elenco: Geert Van Rampelberg, Jorge Aranda, Eugenia Ramírez e Alexandros Potamianos.

Duração: 105 min.
Classificação: 14 anos.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 14:11  




Nesta semana foi anunciado que os diretores Phil Lord e Christopher Miller, responsáveis pelo filme que conta as origens do pirata Han Solo, foram dispensados da posição pela Lucasfilm em meio as filmagens.


Resolvi esperar um pouco antes de opinar a respeito dessa mudança repentina numa mega-produção blockbuster. De um filme de Star Wars, ainda por cima.


Aparentemente a saída dos dois foi resultado de diferenças de visão criativa com a central de comando da Lucasfilm, chefiada por Kathleen Kennedy, sucessora de George Lucas. O estilo de improviso dos diretores - conhecidos por animações como Tá Chovendo Hamburger - não funcionava com o esquema de produção bem mais rígido que segue o roteiro à risca. Inclusive o roteirista e produtor Lawrence Kasdan expressou uma certa falta de afinidade com os diretores por não seguirem o que estava escrito.


A produção ainda tem algumas semanas de filmagem, e ainda deverá passar por algumas refilmagens posteriormente. As refilmagens em si já estavam programadas. Como ocorrera em Rogue One, isso faz parte do processo (no qual até trouxeram o cineasta Tony Gilroy para criar várias cenas de apoio).


A questão que todos perguntam agora é se há problemas sérios por trás da produção e se este será o primeiro longa com potencial para dar errado em todos os aspectos.


Em primeiro lugar, vale lembrar que fãs de Star Wars tem opiniões fortes e muitos atacam vários dos filmes por não corresponderem as suas expectativas. Mas, em matéria de logística, posso dizer com absoluta certeza que até agora todos os filmes da saga foram produções de sucesso, com pouquíssimos contratempos por trás dos bastidores, todos guiados com competência tanto por Lucas quanto por Kennedy. E todos tiveram lucro. Mesmo os filmes mais odiados por muitos desses fãs como A Ameaça Fantasma tiveram produções bem sucedidas, onde todos os envolvidos sabiam o que estavam fazendo e dando o melhor de si para realizar a visão de Lucas.


Nesse caso agora, é a primeira vez que um diretor é demitido. Algo que nunca havia acontecido em Star Wars.


De certa forma, sempre questionei se vale realmente a pena ter um filme sobre Han Solo. A mitologia de Star Wars vai muito além do personagem, explorando as origens dos cavaleiros Jedi, da força, de inúmeras guerras e conflitos que assolaram a galáxia. E Han Solo já foi devidamente explorado em quatro filmes, graças a performance de Harrison Ford e seu carisma e capacidade de criar um personagem anti-herói num mundo de arquétipos. O motivo que existe esse filme atualmente é apenas para agradar um específico segmento do público composto de fãs exclusivos do personagem. Existe tanto potencial a ser explorado nesse universo que acho que fazer um filme sobre as origens do pirata chega a ser um desperdício de recursos. Se forem fazer filmes-solo, por que não fazer uma obra sobre o período de Obi-Wan Kenobi hermita no deserto (Ewan McGregor está quase na idade certa) ou explorar as aventuras de Boba Fett*.


*Essa idéia chegou a ser desenvolvida pelo cineasta Josh Trank, dentro do estúdio, mas acabou sendo descartada.


Vale lembrar que Star Wars sempre foi uma série de filmes comandada por produtores. A teoria de autor defendida por cineastas como Elia Kazan, na qual o diretor é a força suprema por trás de um filme, é bastante falha. É falha porque ignora a relevância do roteiro como força-motriz por trás de qualquer filme com o mínimo de estrutura narrativa (nem sempre diretores são roteiristas), e também porque ignora as demais pessoas que contribuem em suas áreas especializadas, como direção de arte, música, edição e assim por diante. Isso não quer dizer que o diretor não é relevante em determinar o rumo de um projeto. Com certeza é, mas também não é o único "pai" por trás desse empreendimento. Filmes são receitas compostas por vários ingredientes.


No caso de Star Wars, George Lucas foi a força principal durante décadas. Como ele era independente, ele tinha autonomia para fazer o que quisesse com sua criação. Mesmo no Império Contra-Ataca e no Retorno de Jedi, que foram dirigidos por outras pessoas, ele era a autoridade final. Filmes da Marvel operam da mesma forma, assim como a série James Bond. Produtores escolhem diretores, mas ainda supervisionam todo o processo e tem autoridade final, incluindo a de determinar a edição final do filme.


De qualquer forma, eles não vão abortar a produção agora ou adiá-la. Há muito dinheiro em jogo, e um universo cinematográfico cuja integridade tem de ser mantida. Se fosse na época em que a Lucasfilm ainda era independente, talvez tivesse mais motivo de preocupação, mas com a Disney por trás, eles tem a liberdade de injetar dinheiro em qualquer problema ou obstáculo.


Se isso realmente resolverá o problema já é outra questão. Mas não sabemos completamente o status atual do filme e só saberemos quando ele for lançado em maio do próximo ano. A data de lançamento permanece a mesma. Já se sabe que Ron Howard irá assumir a direção no lugar de Lord e Miller. É uma escolha interessante. Howard nunca foi dos mais autorais, e sempre teve uma boa relação com a Lucasfilm, lembrando que ele foi o diretor de Willow (1988), produzido por Lucas, e também atuou em American Graffiti.


Resta ver como ficará o filme. Ainda descobriremos se Alden Ehrenreich conseguirá encarnar o papel imortalizado por Ford, se Donald Glover fará o mesmo com o Lando Calrissian de Billy Dee Williams. Não sabemos nada a respeito da trama (imagino que Solo vencendo a Millennium Falcon de Lando no jogo de cartas faça parte da história). Tampouco sabemos quais são os personagens vividos por nomes de peso como Woody Harrelson e Emilia Clarke, ou como farão parte da trama de Han Solo. Resta ver por conta própria até para saber se há realmente uma história interessante e relevante a ser contada, assim como teve em Rogue One - que deu certo principalmente por depositar a trama em personagens completamente novos.


Temos quase um ano até descobrir como tudo será.



Posted in 0 comentários Postado por Eduardo Jencarelli às 12:12