Confira alguns fatos e curiosidades sobre o filme:



- Drew Goddard, que roteirizou o filme, estava cotado para ser o diretor do longa, mas acabou assinando contrato para dirigir o filme do Sexteto Sinistro. Foi então que Ridley Scott leu o roteiro e aceitou dirigir o projeto na mesma hora, adiando a continuação de Prometeus.



- A pressão atmosférica de Marte equivale a 0.6% da pressão que sentimos no nível do mar terrestre. É tão baixa que uma tempestade em Marte não teria a força de uma leve brisa aqui. Como vemos no filme, esse foi um aspecto científico ignorado no roteiro. O próprio Andy Weir, autor do livro, admite que esse foi o maior erro cometido em seu trabalho.


- Pelo fato da densidade do ar em Marte ser diferente da Terra, o som não propaga da mesma forma. Por isso, uma pessoa teria de gritar no ouvido da outra para que ela ouvisse a outra. E é claro, ela teria de sobreviver a outros obstáculos no planeta, dentre eles o ar venenoso e as temperaturas congelantes.


- 20 sets foram construídos para as filmagens. Um número baixo comparado ao que Ridley Scott já utilizou em outros filmes. Êxodo tinha 70 sets. O filme misturou sets com computação gráfica.


- A idéia original era filmar na Austrália, mas os produtores não conseguiram firmar um acordo com o governo australiano. Isso levou a produção à países como Jordânia e Hungria.


- Boa parte da pesquisa de exploração espacial feita para Prometeus, filme de Ridley Scott, foi utilizada neste filme.





Posted in Postado por Eduardo Jencarelli às 14:07  

1 comentários:

  1. thalesson costa Says: Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário